Blog / Publicação Digital / Será que os idosos estão mais conectados? Entenda melhor!

Será que os idosos estão mais conectados? Entenda melhor!

O número de idosos conectados não para de crescer no Brasil. Prova disso é uma pesquisa feita pelo IBGE e divulgada em uma reportagem do portal R7. De acordo com a publicação, 31,1% das pessoas com mais de 60 anos utilizaram recursos tecnológicos apenas no ano de 2017.

Isso fez que as empresas que utilizam a internet como canal de relacionamento com os clientes adaptarem a linguagem e o formato também para as pessoas de mais idade. É o caso, por exemplo, dos portais de notícias, que também precisam atender a esse nicho.

Veja, a seguir, mais informações sobre os idosos conectados e como essa realidade pode ser benéfica para essas pessoas!

Entenda como os idosos se relacionam com a tecnologia

São chamados de idosos as pessoas que têm mais de 60 anos. Tratam-se de indivíduos que nasceram em uma época na qual praticamente nenhum dos recursos tecnológicos que existem hoje, nem sequer a televisão, tinham sido inventados ou eram populares.

Algumas dessas pessoas, porém, tiveram que aprender a lidar com computadores e celulares para realizar atividades de trabalho, alguns anos atrás. Hoje em dia, boa parte dessa população é aposentada e a tecnologia serve apenas para trocas pessoais e entretenimento, não sendo um recurso profissional.

Observe alguns pontos que mostram como os idosos conectados se comportam na internet.

Uso das redes sociais

As redes sociais, principalmente o Facebook, já são muito utilizadas pelas pessoas idosas. Elas criam perfis para estarem em contato e acompanhar a rotina dos filhos, dos netos e dos amigos que moram longe, por exemplo.

Além disso, ao contrário dos jovens, que formam uma base de contatos virtuais conforme conhecem novas pessoas, os idosos procuram resgatar indivíduos do passado. Antigos colegas de trabalho, ex-professores, vizinhos que se mudaram, entre outros são procurados nas redes pelos mais velhos.

Consumo das informações online

Se antigamente os idosos gostavam de ler apenas jornais impressos, atualmente eles já descobriram o universo das informações online. Eles já sabem como pesquisar no Google e acompanhar notícias rápidas nas redes sociais, por exemplo.

Utilização de aplicativos de serviços

Os aplicativos de serviços também têm caído cada vez mais no gosto dos idosos. Pessoas que têm mais dificuldade de locomoção, por exemplo, ganham conforto ao pedir comida, gás, transporte, entre outros produtos e serviços com poucos cliques na tela do celular.

Benefícios proporcionados aos idosos conectados

O uso de recursos tecnológicos também proporciona diversos benefícios para a saúde e dia a dia dos idosos. São exemplos:

  • qualidade de vida;
  • praticidade;
  • estímulo à atividade cerebral;
  • autoestima;
  • aprendizado;
  • memória.

Cuidados necessários para os idosos na internet

Assim como acontece com as crianças, deve-se ter cuidado com os idosos na internet, principalmente quando eles ainda não têm familiaridade com as novas tecnologias. Os mais jovens devem orientar os mais velhos sobre o conceito de fake news e golpes comuns de serem aplicados na internet, por exemplo.

Os idosos conectados são uma realidade e as empresas e meios de comunicação precisam se adaptar a isso. Assim como outros públicos, eles também podem contribuir com a produção de conteúdos.

Saiba mais sobre esse assunto no nosso artigo que explica o que é conteúdo gerado pelo usuário e sua força no digital!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!