Blog / Publicação Digital / Notícias positivas ou negativas: qual o melhor conteúdo para sua marca?

Notícias positivas ou negativas: qual o melhor conteúdo para sua marca?

O comportamento do público leitor de notícias e reportagens têm mudado muito nos últimos anos. Esse é um movimento natural que acompanha as transformações digitais e móveis nos ramos de comunicação e de informação.

Diante desse cenário, muitos produtores de conteúdos se perguntam: “qual o melhor conteúdo para a nossa marca: notícias positivas ou negativas?”. Se você quer saber mais sobre o assunto e compreender como é o processo de atenção do leitor e o que ele costuma acessar mais, confira nosso post, estamos aqui para esclarecer suas dúvidas!

Qual o objetivo de uma marca?

A priori, faz-se necessário analisarmos o principal objetivo de uma marca diante de seus consumidores. Uma boa marca traz experiências, vivências, informações e uma significação para o usuário. Ela deve possibilitar que o cliente se expresse e compartilhe seus valores com os da empresa, como coparticipante de seus propósitos.

Quando um jornal publica suas notícias, ele é responsável pelo conhecimento que chegará ao usuário, a forma que essas informações serão divulgadas e as experiências que o leitor terá ao captar o conteúdo, ou seja, as notícias carregam consigo a marca do jornal. 

Nesse contexto, a questão é: como trazer conteúdos que mantenham o usuário informado, atento e acompanhando o jornal? A marca deverá ser lembrada por sua expressão positiva ou negativa? Continue a leitura para saber mais. 

O que se lê mais?

Atualmente, pode-se perceber que a cobertura de notícias é predominantemente negativa. Uma pesquisa feita pela revista científica Proceedings of the Nacional Academy of Sciences buscou compreender por que isso acontece. Participaram 1.156 pessoas de 17 países. A partir de alguns estudos, foi possível observar que a maioria dos participantes se deixou impactar com mais força pelas notícias negativas.

No entanto, ultimamente, já é possível perceber uma modificação no comportamento de alguns consumidores de informações que, sentindo a intensidade das notícias negativas, preferem ter contato com jornais que também publicam informes positivos.

Por isso, mesmo que os resultados sugiram que, em todo o mundo, o ser humano é mais influenciado por notícias negativas do que positivas, num ambiente midiático tão diversificado como o nosso, os jornais não devem subestimar o poder de uma notícia positiva.

Como fazer o balanço cuidadoso na produção de conteúdo?

Para o Marketing Digital, o conteúdo é o que garantirá a fidelização, o alcance de mais leads e o reconhecimento da marca. Isso não significa que um jornal deva contratar uma multidão de especialistas para gerenciar essa área, mas trabalhar com profissionais alinhados com a cultura do negócio e que desenvolvam um manual padrão para a produção das matérias.

Para determinar quais notícias serão compartilhadas é necessário estudar o público-alvo, identificar sua idade, quais são os seus interesses, qual o tipo de informação que eles buscam e qual a sua formação. Com esses dados, será possível obter informações que auxiliarão na quantidade de conteúdos negativos ou positivos que serão compartilhados.

Quais os impactos de adotar apenas uma proposta?

Seguir apenas uma proposta pode ser uma escolha arriscada. Quando o jornal oferece apenas notícias positivas ou somente notícias negativas, ele pode ficar com sua marca danificada, afinal, as notícias positivas podem ser vistas como fracas de informação crítica e as negativas podem levantar a fama de sensacionalista. 

Com o crescente número de adeptos das redes sociais e das mídias sociais, houve um grande aumento dos noticiários sensacionalistas, que visam apenas adquirir cliques, sem se preocupar com fidelização, com o conteúdo ou permanência do usuário no site. Por isso, esse trabalho deve ser selecionado e acompanhado de um planejamento editorial.

Por que o planejamento editorial é importante? 

O planejamento editorial oferece uma estrutura organizacional de suma importância para a definição de quais notícias compartilhar e quais são os melhores horários para cada publicação. O calendário editorial determinará toda a programação, focando em sua estratégia de conteúdo e registrando informações como:

  • datas de publicação;
  • horários de publicação;
  • quais temas serão publicados;
  • quais são as palavras-chaves;
  • como acompanhar o seu público-alvo. 

Ao optar entre as notícias positivas ou negativas, o importante é não ficar apenas no extremo. Faça pesquisas, guie-se a partir do público-alvo e encontre o equilíbrio entre esses 2 lados, sem subestimar a funcionalidade de uma notícia positiva bem redigida!

E então? Notou como uma boa leitura pode ajudá-lo em suas dúvidas? Para receber as melhores informações e se manter atualizado, siga nossas redes sociais! Estamos no Facebook e no LinkedIn!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *