Blog / Destaque / Investimentos em tecnologia: qual é o melhor caminho para os jornais?

Investimentos em tecnologia: qual é o melhor caminho para os jornais?

Se você é proprietário de um jornal, revista ou outro tipo de empresa de mídia, já deve ter se questionado sobre a necessidade de fazer investimentos em tecnologia, não é mesmo?

Afinal, com a evolução da internet, muitas novidades movimentaram o setor. As organizações jornalísticas, por sua vez, devem acompanhar essas mudanças para atender às demandas das novas gerações.

Mas, em meio a tantas novidades, como saber qual é o melhor caminho para os jornais? Tentando responder a essa pergunta, listamos uma série de possibilidades de investimentos em tecnologia. Ficou interessado? Então continue a leitura e informe-se agora mesmo.

Inteligência artificial

A inteligência artificial pode ser caracterizada como a possibilidade de os computadores ou robôs desenvolverem atividades cognitivas e adquirirem novos conhecimentos, simulando a capacidade de pensar do ser humano.

Entre outras situações, no jornalismo, a inteligência artificial pode ser utilizada como meio de relacionamento com os leitores, por meio da instalação de chatbots, ou seja, robôs que simulam conversas e até mesmo pequenas entrevistas, em ferramentas como o Messenger do Facebook.

Tecnologia 3D

A tecnologia 3D pode ser implementada na produção de vídeos, nas redações dos jornais e revistas, que transmitem boletins ou pequenos programas em seu canal no YouTube ou redes sociais.

Exemplo desse novo tipo de tecnologia pode ser visto no novo cenário do Jornal Nacional, da rede Globo, inaugurado em 2017. O principal telejornal do país tem apenas uma bancada, de maneira que todos os seus demais ambientes são virtuais.

Até mesmo a projeção de repórteres e colunistas no vídeo, como a apresentadora da previsão do tempo Maju, é feita por meio da tecnologia, uma vez que ela fica na sede da TV Globo em São Paulo, enquanto os apresentadores ocupam os estúdios do Rio de Janeiro.

Vídeos e drones

Os vídeos são hoje um quesito quase obrigatório, até mesmo para quem produz mídia impressa. Afinal, é comum que esses veículos tenham páginas nas redes sociais e façam transmissões de eventos ao vivo, coberturas de acontecimentos etc.

Já os drones são um diferencial para captar imagens aéreas e proporcionar a produção de vídeos mais dinâmicos, sobretudo em eventos.

Jornalismo automatizado

O jornalismo automatizado já é utilizado por alguns veículos internacionais, como é o caso da agência de notícias britânica Press Association.

Essa novidade utiliza robôs jornalistas, que coletam e cruzam dados disponíveis na internet sobre assuntos como esportes, eleições e negócios, facilitando o trabalho de pesquisa dos jornalistas humanos.

Realidade aumentada

A realidade aumentada também já está presente nos jornais e pode se tornar ainda mais popular nos próximos anos.

A ideia de “aumentar a realidade” do leitor pode ser desenvolvida em um jornal impresso, por exemplo, quando é inserido um QR Code que direciona o leitor para a execução de um vídeo ou áudio com mais informações sobre o assunto que está sendo abordado em texto.

Aplicativos

Os aplicativos são a principal tendência para os jornais e revistas, pois possibilitam que os leitores façam download em seus smartphones ou tablets e possam acessar e ler o conteúdo disponibilizado em qualquer local em que estiverem.

E então, conseguiu compreender qual é o melhor caminho para o seu jornal ou revista? Está pronto para fazer investimentos em tecnologia e melhorar ainda mais a produção em sua empresa midiática?

A Maven Inventing Solutions é uma empresa que oferece diversas soluções para veículos de comunicação impressos que desejam entrar no mundo digital. Entre em contato conosco e saiba mais sobre os serviços que oferecemos!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!