Blog / Mundo Maven / Google cria fundo de US$ 3 milhões destinados à imprensa para combater a desinformação sobre a vacina

Google cria fundo de US$ 3 milhões destinados à imprensa para combater a desinformação sobre a vacina

Desde a descoberta do coronavírus, fake news e boatos são compartilhados nas redes sociais. Agora, com o início das primeiras campanhas de vacinação contra a COVID-19, a onda de desinformação cresce e, potencialmente, coloca em risco o combate à pandemia.

Em resposta a isso, o Google anunciou nesta terça-feira (12) o lançamento do novo Fundo Aberto Contra a Desinformação de Vacinas COVID-19. A iniciativa tem objetivo de apoiar a produção de conteúdos informativos sobre a imunização contra o novo coronavírus com um incentivo de US$3 milhões a projetos de veículos jornalísticos de todo o mundo.

De acordo com comunicado divulgado pela empresa, o fundo global será aberto a veículos de todos os tamanhos que apresentem histórico comprovado de verificação e checagem de fatos, ou que tenham parceria com organizações com esse reconhecimento. Além disso, entre eles, serão priorizados projetos colaborativos com equipe interdisciplinar e formas claras de medição de êxito.

“Por exemplo, inscrições qualificadas podem incluir uma parceria entre um projeto de verificação de fatos reconhecido e um veículo de comunicação voltado a uma comunidade específica, ou uma plataforma de tecnologia colaborativa para jornalistas e médicos apresentarem, em conjunto, informações falsas e suas respectivas checagens”, explica texto do Google.

A seleção dos projetos será feita por uma equipe composta de especialistas em desinformação e imunização de todo o mundo. No comitê, estará a brasileira Angela Pimenta, Diretora de Operações do Projor, e ainda Andy Pattison, gerente de soluções digitais da Organização Mundial da Saúde (OMS). No total, o júri que escolherá os beneficiados pelo fundo é formado por 14 membros.

Essa iniciativa se soma ao fundo de US$ 6,5 milhões (estimado em cerca de 34,5 milhões de reais) de apoio a outras iniciativas de combate à desinformação sobre COVID-19, não focado apenas nas vacinas. Além disso, a Google News Initiative lançou o Fundo de Auxílio Emergencial ao Jornalismo, no ano passado, que impactou mais de 5,6 mil pequenas e médias organizações de jornalismo no mundo. No Brasil, foram mais de 380.

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *