Blog / Uncategorized / Estratégia de precificação: quanto seu cliente está disposto a pagar?

Estratégia de precificação: quanto seu cliente está disposto a pagar?

Atribuir um preço a um serviço ou produto envolve uma série de variáveis, que precisam ser consideradas de acordo com a realidade de cada negócio. Por conta disso, a estratégia de precificação ainda é vista por muitos gestores como um obstáculo a ser enfrentado. Afinal, o que deve ser levado em conta nessa hora?

Custos e taxas são bem relevantes e fazem diferença no valor daquilo que será ofertado. Afinal, o cliente precisa estar disposto a pagar a quantia necessária para, então, ter o fechamento da compra. Porém, existem algumas ações e técnicas que podem ajudar você a fixar preços.

Ficou interessado? Se você quer entender mais sobre esse assunto, continue lendo este post e confira as nossas dicas!

Observe o valor agregado

Em primeiro lugar, a percepção de valor que o cliente tem do produto ofertado vai além do preço em si. É muito comum que o público observe questões como atendimento, usabilidade, design, por exemplo. Por isso, ao fazer a precificação, considere se o que você vende atende as expectativas dos usuários nesses quesitos.

Isso permite que você determine um preço que seja compatível com a oferta, além de possibilitar uma valorização maior de itens específicos, criando novas oportunidades de crescimento e até uma lucratividade mais expressiva.

Lembre-se, no entanto, que é necessário avaliar qual é a visão dos seus clientes sobre a empresa, e qual é a quantia que eles estão dispostos a pagar para fechar negócio. Trata-se, afinal, do valor que o público enxerga no seu produto, e não o contrário.

Tenha um preço de referência

Outra forma de aperfeiçoar a sua estratégia é ter um preço de referência, já que isso cria um parâmetro semelhante entre a sua empresa e a concorrência. Oferecer um produto por um valor muito inferior ao do mercado nem sempre terá bons resultados. Da mesma maneira, um preço elevado não gera um impacto positivo, dependendo do seu objetivo.

Uma técnica bastante utilizada nesse sentido é a de reduzir gradualmente o custo de algum produto para atrair mais clientes sem gerar prejuízos financeiros para a empresa. Para isso, é ainda mais importante ter uma boa referência, que esteja alinhada com o perfil do seu negócio, para ajudá-lo no assunto.

Pense no público que você quer atingir

Sem dúvida, esse é um dos aspectos mais importantes para a sua estratégia de precificação render resultados satisfatórios. Afinal, o principal interessado no preço de seus produtos e serviços é o cliente, que precisa enxergar benefícios na compra para ser convencido.

Hábitos de consumo, poder aquisitivo e interesses são alguns dos pontos que podem ser verificados aqui, antes de você decidir qual será o valor cobrado a cada item. O mais importante é ter um conhecimento razoável de quem você quer atingir, para poder adaptar o preço de acordo com isso.

Enfim, podemos ver que uma estratégia de precificação eficiente gera um impacto positivo para a empresa, já que um preço compatível impulsiona as vendas e melhora o relacionamento com os clientes. Nesse sentido, as ações citadas são fundamentais para se definir um valor atrativo ao cliente — sem que, para isso, você precise abandonar a lucratividade.

Então, o que achou desta leitura? Se gostou, aproveite para aprender também estas 9 perguntas e respostas sobre o paywall!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!