Blog / Destaque / A entrega de notícias em momentos de crise: a importância das plataformas digitais
A entrega de notícias em momentos de crise: a importância das plataformas digitais

A entrega de notícias em momentos de crise: a importância das plataformas digitais

Vivemos em um mundo globalizado e tecnológico. O digital se tornou parte do nosso dia-a-dia. Seja para nos comunicarmos, para partilharmos dados ou para nos mantermos informados, as plataformas de notícias e aplicativos de leitura estão ganhando mais espaço na rotina dos crescentes usuários de dispositivos móveis. Estamos todos em busca da entrega de notícias.

Para quem já faz parte desse mundo, isso parece óbvio. Mas e para aqueles que ainda optam por meios de informação em impressos?

Devido à greve dos caminhoneiros, vários veículos de comunicação tiveram problemas de logísticas para conseguir entregar jornais impressos. E para evitar que as pessoas ficassem sem as notícias e atualizações da situação do país, vários jornais que possuem versão digital na internet decidiram liberar acesso integral nesse período de crise.

Isso só mostra a relevância das plataformas digitais de comunicação nos dias atuais e do próprio jornalismo. Historicamente, jornais costumam liberar informações gratuitamente para informações em tempos de dificuldade ou de comoção nacional.

Jornais como Zero Hora, Correio do Povo, Diário Gaúcho e Gazeta do Sul foram alguns dos que liberaram acesso para os visitantes no Rio Grande do Sul. Esse exemplo é observado em todo país.

Por serem altamente customizáveis, é possível gerenciar o conteúdo dessas plataformas facilmente. Isso permite que sistemas de login ou de muros de pagamentos sejam desativados quase imediatamente a decisão estratégica de liberar acesso ao jornal.

O digital não é apenas estar na internet, o digital aumenta as possibilidades de leitura do jornal e das notícias. O papel dessas plataformas é justamente facilitar o acesso e enriquecer a experiência dos usuários. Oferecendo essa alternativa, leitores podem ficar tranquilos que não serão prejudicados pela dificuldade em entregar jornais impressos. Possuir essas plataformas também reforça o posicionamento do jornal de estar sempre presente para informar os leitores independentemente das circunstâncias.

E a própria situação pode ajudar na estratégia de digitalização de um jornal. Por exemplo, um leitor que não está acostumado a utilizar a versão digital (do flip ou do portal de notícias), pode nessa situação se ver forçado a utilizar essas plataformas e acabar assimilando melhor seus benefícios.

Uma outra coisa que ficou evidente nesse momento é a proliferação de notícias falsas (ou fake News). Em época de crise, boatos surgem mais fortes do que nunca e para aqueles que tem pressa ou não podem buscar a todo momento se as informações fornecidas são verdadeiras, os jornais podem ajudar e muito. Os grandes jornais tem uma equipe pronta para fazer o filtro, entre notícias falsas e verdadeiras e a partir daí, publicar apenas aquilo tido como real. Então quando você acessa um portal de notícias ou aplicativo de um jornal, você está se alimentando de uma fonte segura e verídica.

Possuir plataformas digitais hoje é essencial para qualquer conglomerado de comunicação. A greve dos caminhoneiros apenas evidenciou ainda mais a importância de se utilizar essas plataformas. Afinal, o jornal está a serviço da sociedade e é importantíssimo que ela esteja sempre disponível para ela, mesmo em momentos de dificuldade. A falta de papel ou de caminhões para entregar jornais impresso não pode ser uma desculpa para não informar os seus leitores.

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!