Blog / Publicação Digital / Crianças e adolescentes na internet: o comportamento online e conteúdos consumidos
criancas-e-adolescentes-na-internet-o-comportamento-online-e-conteudos-consumidos

Crianças e adolescentes na internet: o comportamento online e conteúdos consumidos

De acordo com a pesquisa TIC Kids Online Brasil publicada no ano de 2017, cerca de 24,3 milhões de crianças e jovens que têm entre 9 e 17 anos são usuários de internet no Brasil. Esse é um número relativamente alto para um país com um pouco mais de 200 milhões de habitantes.

Por isso, hoje temos questionamentos voltados para as crianças e adolescentes na internet, seus comportamentos e os conteúdos consumidos. Então, se você quer compreender o porquê dessa presença digital tão forte, o que as crianças buscam e o que, na realidade, elas precisam, veja o conteúdo abaixo e compreenda essa nova situação.

A criança é um nativo digital

As crianças e adolescentes de hoje são nativos digitais. Isso significa que qualquer necessidade voltada para conhecimento, pesquisas ou informações, a primeira opção será a pesquisa via internet, pois eles nasceram com todo esse desenvolvimento tecnológico.

Dessa forma, não podemos negar que a internet pode ser uma ferramenta muito útil para esse público, pois agiliza o aprendizado, economiza tempo e os aproxima de realidades diferentes, proporcionando o exercício da alteridade.

A criança já tem, desde cedo, acesso a bons computadores, IPhones, Smartphones, aplicativos e jogos que trabalham com a realidade virtual. Todas essas novidades trazem uma geração mais rápida, conectada, em que a realidade caracteriza-se por meio do convívio social presencial e em rede.

Assuntos buscados pelas crianças na internet

A pesquisa The Kids Online Brasil sinaliza que as crianças têm certa predominância para acessar sites que proporcionam atividades ligadas à comunicação e ao entretenimento, como enviar mensagens instantâneas (79%), assistir a vídeos online (77%), ouvir música (75%) e usar redes sociais (73%).

Devido a esses números, a pesquisa conclui que, apesar da predominância pelas atividades de comunicação e entretenimento, é possível identificar as novas oportunidades de práticas online, “como aquelas que consideram a participação social, educação e acesso à informação”.

Pensando nisso, descrevemos abaixo os conteúdos mais procurados por esse público e quais são os seus principais objetivos durante esses acessos. Acompanhe!

Vídeos

Os vídeos são usados frequentemente como forma de obter entretenimento, de atualizar-se sobre questões musicais, esportivas, gamers, gastronômicas e, principalmente, como complementação das matérias escolares por meio das videoaulas.

Música

A partir da digitalização das músicas, o acesso online a esse conteúdo tornou-se fácil e rápido. Os jovens costumam acessar sites que divulgam os lançamentos musicais, promovido pelos próprios artistas, ou buscam por plataformas que disponibilizam esses conteúdos atualizados e de forma organizada ou personalizada.

Podcasts

Esse é um gênero novo que tem crescido e despertado muitos jovens para seu uso. A partir dos podcasts, a criança ou o jovem tem acesso direto aos assuntos de seu interesse com entrevistas, notícias e comentários de personalidades que ele admira ou gostaria de se informar. Além disso, o podcast pode ser acessado durante as tarefas mais mecânicas do dia a dia, o que traz mais uma oportunidade de aprendizado.

Educação

Crianças e jovens já aprendem desde cedo que qualquer pesquisa pode ser feita rapidamente pela internet. Por isso, eles aprendem, por necessidade, a filtrar as informações que são necessárias para o aprendizado ou para concluir determinados trabalhos. As videoaulas, os blogs e as atividades dispostas em quiz são formas de acesso que eles priorizam no momento de solidificar a sua aprendizagem.

Jogos

Sabemos que os jogos evoluíram muito nos últimos anos. Jogos que antigamente eram voltados para ações repetitivas que se complicavam a cada fase, hoje tem narrativas sólidas e desafiadoras, inclusive são ótimos para desenvolver novos contatos online e aprender novos idiomas.

As crianças na internet têm se tornado algo cada vez mais comum. Assim, se focarmos no uso moderado e adequado, desenvolvendo possibilidades cada vez mais atrativas de aprendizado  pormeio de um espaço democrático que visa à exposição de ideias e o aprendizado, perceberemos uma realidade digitalizada que contribuirá muito na formação dos adultos do futuro.

Notou como as crianças na internet são uma questão importante e que deve ser trabalhada? Se você gostou do conteúdo, compartilhe-o nas redes sociais e divida com seus amigos e companheiros de trabalho esse conhecimento!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!