Blog / Uncategorized / Como produtores de conteúdo podem utilizar o formato de áudio a seu favor?

Como produtores de conteúdo podem utilizar o formato de áudio a seu favor?

O novo formato, que se popularizou com o Clubhouse, traz tanto aos produtores de conteúdo quanto aos ouvintes uma facilidade e rapidez para o seu consumo. O que pode se dar devido ao formato de áudio já ser familiar ao público.

O que podemos perceber pela recepção do público é que essa nova tendência veio para ficar. Foi apenas uma questão de tempo para que diversas plataformas de redes sociais também incluíssem suas próprias versões da ferramenta. 

O próximo passo na nova Era do Áudio é o aumento da demanda dos consumidores dos jornais e revistas digitais na busca de conteúdos em formato de áudio. Afinal, o novo formato entrega, além do conteúdo, interação em tempo real com os ouvintes, o grande diferencial em relação aos já famosos rádios e podcasts.

O impacto do Clubhouse

O Clubhouse trouxe um formato de áudio que cativou rapidamente o público e, consequentemente, chamou a atenção de redes sociais concorrentes que também querem receber essa atenção. 

Mesmo com entradas no aplicativo restritas aos convites e disponível apenas para sistema iOS, logo de início se viu registrando 9,6 milhões de downloads em fevereiro. Em duas semanas de lançamento para sistema Android, bateu a marca de dois milhões de downloads. 

Entendendo a demanda, o Twitter foi uma das plataformas que acelerou o investimento nos recursos de voz e lançou o Spaces (funcionando semelhante ao Clubhouse), tuítes em áudio e mensagens diretas por voz. 

LinkedIn, Slack, Facebook e Instagram também iniciaram testes para suas próprias ferramentas que oferecem alternativas ao Clubhouse. Nessa pegada, o Telegram também expandiu suas funções de bate-papo por áudio, enquanto o Spotify anunciou aquisição de um aplicativo para lançar uma rede social com chats de voz.

O diferencial da voz

O WhatsApp, utilizado por mais de 120 milhões de pessoas no Brasil, já havia demonstrado o poder que os áudios tinham para fechamentos de negócios. Um relatório da Zendesk já mostrou que a pandemia do coronavírus levou a um aumento de 90,5% no uso da plataforma como canal de suporte para as empresas. 

Porém, fazer uso do diferencial dos comandos de voz não é limitado somente às redes sociais. Diversos aplicativos mostram que entregar funcionalidades de leitura e busca por voz podem ser um diferencial atrativo para seus usuários.

Atrativo esse que rendeu ao aplicativo do Senar mais de 10.000 downloads. Levando uma experiência única e interativa para seus usuários que agora possuem na palma da mão 170 cartilhas virtuais para uso nos treinamentos de produtores e trabalhadores rurais.

Como posso utilizar funcionalidades de voz?

Para você oferecer funcionalidades de voz no seu aplicativo, a Maven desenvolve possibilidades para o seu jornal, revista ou portal de notícias.

Durante a pandemia, o consumo de podcasts teve um aumento de 33%. Para fazer uso dessa funcionalidade, a Maven possibilita a integração com seu podcast ou rádio, de forma que você pode entregar seu conteúdo para o ouvinte a qualquer momento do dia.

Para aumentar a acessibilidade do seu aplicativo, o comando de Busca por Voz possibilita que seus leitores apenas precisem ativar a funcionalidade de busca e pedir para que o aplicativo os leve diretamente para a editoria ou página de seu interesse. A busca por voz ainda pode ser utilizada para encontrar palavras chave e/ou frases dentro de uma página específica ou até mesmo da edição inteira.

E para aqueles que querem uma funcionalidade adaptada ao seu contexto, o comando de Leitura por Voz auxilia usuários que possuem alguma dificuldade na hora de leitura, a funcionalidade encontra a matéria, página ou edição que o leitor deseja consumir e clicando no botão de leitura por voz, ele aciona o serviço. 

Quer saber o que mais a Maven pode fazer para ajudar sua publicação digital? Entre em contato com nosso time!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!

Comments are closed.