Blog / Destaque / Como economizar na produção de jornais? Entenda aqui
Produção dos Jornais: como economizar em tempos de queda de assinantes?

Como economizar na produção de jornais? Entenda aqui

O jornalismo está em constante mudança e a produção de jornais, que antigamente era feita somente em papel, caminha para uma realidade em que apenas o digital sobreviverá. Isso acontece, principalmente, se o veículo atua em pequenas cidades do interior ou nos bairros dos grandes municípios, uma vez que, nesses casos, há menos arrecadação publicitária nos anúncios tradicionais.

Os leitores evoluíram e, hoje em dia, praticamente todas as pessoas têm smartphones, tablets e outros dispositivos que disponibilizam a leitura de notícias, sem que pare isso precisem comprar um jornal de papel.

Exemplos de jornais que migraram totalmente do impresso para o digital não faltam. Até mesmo o Diário Oficial da União, após 155 anos de tradição, extinguiu a sua versão física em dezembro de 2017, passando a atuar apenas na internet.

Se você também precisa economizar na produção de jornais e apostar cada vez mais no digital, nós temos algumas dicas. Acompanhe a seguir!

Aposte na distribuição em diferentes plataformas

Acabar com a versão impressa do seu jornal, não significa que o seu número de leitores diminuirá, pelo contrário, você poderá distribuir o conteúdo que produz em diversas plataformas, como em aplicativos próprios e nas redes sociais.

Além disso, a maior parte dos sistemas que hospedam sites de notícias, e também as redes sociais, disponibilizam dados reais da quantidade de pessoas que abriu um link ou leu um determinado artigo publicado. Isso é muito relevante para mostrar aos anunciantes a quantidade exata de pessoas que acessou o material.

Encontre novas formas de gerar receita publicitária

Os anúncios tradicionais de seu jornal impresso podem continuar sendo comercializados no ambiente digital, porém agora em forma de banners. Esse formato de anúncio, na internet, apresenta a vantagem do leitor poder clicar na imagem e ser direcionado para o site do anunciante.

Além disso, você pode gerar receita publicitária de outras formas, como produzir vídeos e fotos de eventos contendo o logotipo dos patrocinadores ou por meio da publicidade nativa, metodologia em que é produzido conteúdo valioso para os leitores, envolvendo a marca do anunciante.

Adapte o conteúdo para as novas mídias

Embora o apuro jornalístico das notícias publicadas na internet deva ter o mesmo teor crítico daquelas publicadas na versão física, deve-se adaptar o conteúdo para a nova plataforma.

De acordo com a pesquisadora Kenia Pozenato, em seu livro Mídia, cultura e contemporaneidade: análises e angulações, o texto jornalístico na internet precisa ser mais breve do que o feito para o papel, por conta da leitura ser feita por meio de um registro em luz e não em tinta, o que cansa os olhos do leitor mais facilmente.

Essa realidade permite que o custo operacional da produção jornalística seja diminuído, pois um jornalista poderá produzir mais textos em menos tempo, o que pode resultar numa diminuição de mão de obra ou na substituição de profissionais contratados do jornal por freelancers.

Gostou das nossas dicas para economizar na produção de jornais? Está pensando em migrar o seu jornal impresso para o meio digital? Conte para gente nos comentários!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!