Blog / Destaque / Como criar o conteúdo adequado para engajar a minha audiência?
Pessoas engajadas com leitura de notícias na internet

Como criar o conteúdo adequado para engajar a minha audiência?

Criar conteúdo segmentado pode ser a peça-chave para engajar a audiência de jornais online. Isso se justifica pelo fato de a internet ser muito ampla, podendo atender a uma quantidade infinitamente maior de público do que as publicações tradicionais impressas.

Sendo assim, é preciso que os proprietários de jornais e portais de conteúdo se reinventem e consigam produzir material que supra essa demanda, gerando engajamento com os leitores.

Pensando em ajudá-lo com isso, desenvolvemos este post que explicará o que é conteúdo segmentado, quais são as estratégias para desenvolvê-los e os formatos que pode receber. Acompanhe as respostas para esses questionamentos nos tópicos a seguir!

O que é conteúdo segmentado?

Muito embora essa ideia já existisse há décadas, o conteúdo segmentado começou a ganhar notoriedade a partir de 2004, com o lançamento do livro “A cauda longa”, de Chris Anderson.

Logo no início da mídia impressa, era comum que o público fosse segmentado por meio do lançamento de revistas temáticas, como as revistas esportivas, as revistas femininas etc. O mesmo fenômeno pode ser observado quando o rádio se dividiu em AM e FM, sendo que as rádios AM eram mais voltadas para conteúdo noticioso e as FM para programas musicais.

Mas essa tendência se acentuou com a ascensão da internet, e é nesse contexto que Chris Anderson trabalha em sua obra.

Para o autor, a cauda longa se compara com o diagrama de Pareto, formando uma curva que vai desde assuntos que geram um interesse mais geral para todas as pessoas (como a política e a economia) até os mais segmentados, como esportes radicais, moda urbana, entre outros temas que atendem apenas a algumas pessoas.

Como desenvolver conteúdo segmentado para engajar a audiência?

A ideia de segmentação de conteúdo faz com que os jornais digitais possam se reinventar e investir em materiais que atendam a uma demanda específica de leitores, podendo até desenvolver reportagens com apoio de patrocinadores, a chamada publicidade nativa.

Assim, se um anunciante do jornal é uma marca de roupas que fará um desfile na cidade, por exemplo, é possível que os jornalistas produzam um editorial de moda com matérias gerais sobre esse assunto, gerando engajamento com o público consumidor.

Em seguida, quando o evento for realizado, deve ser feita uma cobertura, que gerará muita visibilidade para a marca do anunciante, uma vez que o jornal já terá um público cativo e interessado nesse assunto.

Isso tudo, obviamente, só terá um bom resultado para ambas as partes se o jornal já tiver realizado testes e apostado na boa experiência do usuário para atrair público.

Quais são os formatos de conteúdo que mais podem engajar o público?

Uma das principais vantagens de produzir conteúdos para internet é o fato de que esse meio de comunicação aceita, praticamente, qualquer formato de conteúdo. Sendo assim, você pode fazer a publicação de textos, fotos, áudios, vídeos infográficos, entre outros.

Outra ideia interessante, e que gera muita interação com o público, são as transmissões ao vivo nas redes sociais. Pode-se trazer coberturas de eventos e acontecimentos, entrevistas, debates etc., com os internautas podendo mandar perguntas, por exemplo.

Enfim, agora que você já sabe o que é conteúdo segmentado e como utilizá-lo para engajar a audiência, ficou mais fácil desenvolver uma estratégia desse tipo, não é mesmo? É só colocar todo o aprendizado em prática!

E aí, gostou do post? Sobrou alguma dúvida sobre o assunto ou quer compartilhar sua experiência conosco? Sinta-se à vontade para deixar o seu comentário!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!