Blog / Jornal e Revista Digital / Conteúdo em vídeo no jornalismo atual: Aprenda a utilizar
Aprenda a utilizar conteúdo em vídeo no seu jornal

Conteúdo em vídeo no jornalismo atual: Aprenda a utilizar

Uma das principais novidades que as mídias digitais trouxeram para o jornalismo é a produção de conteúdo em vídeo. Se antigamente apenas as emissoras de televisão podiam apostar nesse formato, atualmente, rádios, jornais e portais de notícias também utilizam os vídeos para noticiar.

A importância do uso de vídeo em plataformas digitais se justifica em uma pesquisa publicada pela revista Forbes. O estudo diz que, até 2019, o consumo de vídeo representará 80% do tráfego em toda a internet. Além disso, as mensagens em vídeo retêm a atenção das pessoas por mais de 95% do tempo e que, todos os dias, 55% das pessoas têm acesso a conteúdos audiovisuais.

Mas, como usar o conteúdo em vídeo da melhor maneira possível em um veículo de comunicação tradicional? É sobre isso que falaremos nos tópicos a seguir. Não deixe de acompanhar!

Faça entrevistas em vídeo

Você pode complementar as entrevistas e reportagens em texto do seu portal de notícias ou do seu jornal impresso com a gravação em vídeo. Esse material vai ajudar a chamar a atenção das pessoas nas suas redes sociais , por exemplo.

É possível gravar entrevistas em vídeo com artistas que farão apresentações na sua cidade, profissionais que possam prestar algum esclarecimento de utilidade pública para a população — como médicos falando sobre como se proteger de uma doença ou policias dando dicas de segurança pública, por exemplo —, autoridades, como prefeitos e vereadores, para que prestem contas à população etc.

Aposte nas transmissões ao vivo

Tanto o YouTube como o Facebook permitem que sejam feitas transmissões em vídeo ao vivo pelas próprias plataformas das redes. Elas podem ser muito interessantes para noticiar acontecimentos em tempo real, oferecendo maior alcance e interação na cobertura.

Desse modo, as pessoas que acessam as suas páginas nas redes poderão acompanhar os acontecimentos como se estivessem vivenciado os eventos no local em que são realizados.

Incentive o conteúdo em vídeo gerado pelo usuário

Como na atualidade a maioria das pessoas tem um smartphone em seu poder, elas adquiriram o hábito de filmar alguma situação curiosa ou, até mesmo, crimes e irregularidades que presenciam em seu dia a dia.

Desse modo, é possível que você crie campanhas para que seu público envie vídeos amadores para o jornal. O material pode ser publicado junto às reportagens, dando mais veracidade ao que está sendo escrito.

Invista em equipamento de qualidade

Exceto nos casos em que os vídeos são amadores e enviados pelos leitores do seu jornal, esse tipo de material precisa ter qualidade. Desse modo, investir em um bom equipamento é necessário.

É preciso comprar uma boa câmera, equipamentos de áudio e softwares de edição para proporcionar um vídeo caprichado para as pessoas que seguem a sua página. O esmero deve ser o mesmo tido quando é feita a diagramação de um jornal impresso, que precisa ter um layout limpo e organizado.

A convergência midiática e a facilidade de criar contas no YouTube, no Facebook, no Instagram e em outras redes que possibilitam a publicação de vídeos fez com que muitos jornais passassem a utilizar esse tipo de conteúdo para informar os seus leitores sobre os acontecimentos de sua região de atuação.

Seguindo as nossas dicas, temos certeza de que você conseguirá produzir conteúdo em vídeo no seu veículo de comunicação. Agora é só colocar tudo isso que aprendeu em prática.

Para receber mais materiais interessantes como este na sua timeline, recomendamos que siga a nossa página no Facebook. Temos certeza de que você gostará das nossas publicações.

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!