Blog / Publicação Digital / Jornalismo online, do papel para a internet: 6 casos de sucesso
Conheça os cases de sucesso do jornalismo online

Jornalismo online, do papel para a internet: 6 casos de sucesso

O jornalismo online veio para ficar, e é cada vez mais difícil vermos algum grande jornal que ainda não tenha se adaptado e migrado do papel para a Internet. Isso acontece por dois motivos principais: a economia, pois, além de custar menos, um jornal online permite o emprego de novas modalidades de anúncios, e a mudança cultural e comportamental das pessoas que vivem uma rotina cada vez mais digital. Num mundo em que vivemos conectados a dispositivos móveis quase que 100% do tempo busca-se cada vez menos pelas publicações impressas.

“Em 2011, o The New York Times deu o passo de criar uma nova fonte de faturamento através da assinatura do seu conteúdo digital. Depois fizeram o mesmo, em cascata, o norte-americano The Washington Post, o francês Le Monde e o britânico The Times, sendo hoje exceção entre os jornais de prestígio aqueles que permanecem abertos.”

(Fonte: El País)

A doutora em comunicação Malena Segura Contrera, autora do livro “O mito na mídia: a presença de conteúdos arcaicos nos meios de comunicação, fala, nessa obra, sobre como o ato de ler um jornal pela manhã, durante a primeira refeição do dia, é algo tido como cultural em muitas localidades do mundo.

A mesma autora também comenta sobre como essa realidade vem mudando, sobretudo entre as pessoas mais jovens, que têm trocado a leitura em impresso por um jornal na internet.

Quando pensamos em um mundo durante e pós pandemia do corona vírus a importância do jornalismo online fica ainda mais expressiva. Em um período de grande demanda de informação confiável, de dados e fatos, confinados por muito tempo e mais do que nunca ligados aos celulares e às telas dos computadores vimos no jornalismo online a possibilidade de entender o que se passava no mundo, no país, ou em nossa própria casa.

A necessidade de adaptação é clara, e a grande maioria dos veículos já se adaptou, mas será que existe uma fórmula ou receita para realizar essa adaptação? A seguir apresentaremos a você 5 casos de sucesso do jornalismo online. Vamos descobrir!

1. Folha de São Paulo

O jornal Folha de São Paulo é uma dos principais publicações do país e também lidera no jornalismo online, sendo um dos veículos com mais assinantes digitais. Assim como alguns outros portais, a Folha proporciona mais recursos para os seus assinantes, como conteúdo exclusivo e acesso ilimitado ao site.

Outro ponto interessante, trabalhado nesse veículo de comunicação, é o Acervo Folha. Essa é uma seção do portal na Internet que tem todas as edições do jornal escaneadas, desde o seu surgimento, sendo uma ótima fonte para pesquisas.

Apesar de ainda contar com uma grande base de assinantes do veículo em meio físico, a Folhacada vez mais, tem se posicionado como um portal de notícias, e não mais como um jornal impresso, tendo, na agilidade da publicação dos fatos, o seu maior diferencial.

2. O Globo

Se em São Paulo é a Folha que impera como o jornal digital mais lido, no Rio de Janeiro, esse título pertence ao jornal O Globo, que, na Internet, mantém um amplo portal, com muitas notícias gerais, colunas e blogs de profissionais diversos. A página disponibiliza informações sobre economia, tecnologia, colunas sociais, saúde, entre outras seções.

Percebe-se que O Globo teve sucesso ao migrar os já famosos cadernos de sua versão impressa para o ambiente online, mantendo os leitores antigos e também chamando um novo público, mais jovem e que consome notícias apenas pela Internet.

3. Huffington

A ateniense radicada nos EUA, Arianna Huffington, é conhecida na Internet como a “baronesa da mídia eletrônica”. Isso porque a jornalista é criadora do Huffington, um jornal totalmente desenvolvido para o ambiente virtual.

A editora-chefe do veículo, que leva o seu sobrenome, acredita que a Internet é um mercado a ser explorado pelas empresas jornalísticas de todo o mundo e preza pela valorização do localismo, pois, no ciberespaço, é possível desenvolver um conteúdo muito mais nichado.

Segundo a jornalista, a troca de informações e o feedback recebido dos leitores são um dos principais benefícios do jornalismo digital, que pode utilizar as opiniões dos internautas para criar pautas ou realizar melhorias.

4 . Expressen

jornal Expressen, da Suécia, é mais um case de sucesso quando falamos em jornal na internet. Até o ano de 2014, o periódico tinha pouca participação no mercado digital e não realizava nenhuma estratégia com base em dados.

No entanto, o tradicional jornal sueco, que existe desde 1944, agora também tem uma forte presença online. Para isso, utiliza três táticas: a colaboração entre os departamentos, um projeto interno conhecido como Ataque de Tráfego e toda a sua organização com base em dados.

Essa tríade fez com que o portal se consolidasse como o segundo maior da Suécia. São obtidos, em média, 2,8 milhões de acessos por dia. Também foi possível perceber que houve um crescimento de 48,4% de visitas feitas por meio de celulares, o que prova que o público digital está mesmo interessado nos materiais produzidos pelo periódico.

5. Zero Hora

O jornal Zero Hora tem sede em Porto Alegre e é o maior do Rio Grande do Sul. Para ter uma ideia, são 11 cadernos e mais de 70 colunistas que escrevem e noticiam sobre os mais diversos fatos.

Em 2014, quando completou 50 anos, o veículo ganhou mais força na internet, reposicionando a marca e a lançando como um grande portal de notícias. O jornal na internet ganhou ainda mais força em 2017, quando foi lançado o portal GaúchaZH.

O GaúchaZH é uma página que une os conteúdos do jornal Zero Hora e da Rádio Gaúcha, que também faz parte do grupo. Ambos os portais antigos foram substituídos pelo novo, que hoje é multimídia, podendo ser acessado por meio do navegador e também pelo aplicativo. Também há a possibilidade de ler o jornal impresso, tal qual a versão distribuída nas bancas, no meio digital.

6. El País

No começo de março de 2020, o EL PAÍS não tinha absolutamente nenhum assinante digital. Dentro do jornal trabalhava-se no que seria a maior transformação na história da empresa, em busca de garantir rentabilidade e perenidade para a publicação. Foi nesse momento que vimos ser instaurada e noticiada a pandemia do coronavírus, o tipo de fato e notícia que marca a história do mundo.

Na pior fase da pandemia, os acessos ao portal de notícias do El País chegavam a 180 milhões de usuários que juntos somavam mais de um bilhão de páginas vistas em abril.

Em maio foi instaurado o modelo de pagamento por assinaturas, oferecendo grandes reportagens e novos formatos, fazendo com que dezenas de milhares de leitores confiassem e assinassem a publicação.

Menos de 1 ano depois o EL PAÍS havia construído uma rede de mais de 100.000 novos assinantes digitais. Ao todo, 145.000 assinantes que se distribuem por todo o mundo, um marco na imprensa espanhola.

O El País disponibiliza 10 artigos de forma gratuita, após essa quantidade os leitores precisam assinar para ter acesso completo aos textos ―com exceção das informações de serviço sobre a covid-19, que é de acesso livre.

Agora que você já conhece alguns casos de sucesso no jornalismo online, deve estar se perguntando sobre como fazer a migração de um veículo impresso para a internet, não é mesmo? Falaremos sobre isso na sequência!

Extra – Como deve ser a migração do impresso para o jornal na internet

É preciso entender que ter um jornal na internet não significa apenas transpor o conteúdo da versão impressa para o meio digital. As atuais mídias exigem que novos formatos sejam adotados, como a produção de vídeos e áudios, galerias de fotos, interações com o público, entre outros.

Além disso, é imprescindível que os materiais produzidos possam ser acessados tanto em computadores quanto em celulares e tablets. Logo, os sites precisam ser responsivos, ou seja, devem se adaptar a todos os tamanhos de tela.

É bastante coisa para ser feita e planejada! Por isso, contar com uma parceria estratégica é importante para ter um jornal na internet.

A Maven Inventing Solutions é uma empresa especialista nessa área e já contribuiu para que vários títulos de revista e jornal pudessem ter sucesso no meio digital! São oferecidas soluções prontas e moduláveis para todas as telas. É a certeza de que você conseguirá bons resultados com esse tipo de jornalismo, agradando seus leitores.

Quer saber mais sobre os nossos serviços?

As nossas soluções farão toda a diferença no seu jornal. Encante os seus leitores, atraia anunciantes e consiga muitas novas assinaturas!

Cadastre-se para receber conteúdo em primeira mão!

Comments are closed.